Já faz quase um ano que o mundo enfrenta a pandemia da Covid-19 e, de lá para cá, laboratórios, empresas e universidades ao redor do planeta, têm buscado todas as formas de combater a contaminação causada pelo coronavírus.

E este objetivo está na pauta de pesquisas de segmentos diversos, não só da área de saúde, como se pode pensar a princípio.

O setor de construção, decoração e arquitetura, por exemplo, criou materiais que tornam móveis e outros objetos domésticos imunizados contra a contaminação.

Na produção de móveis, por exemplo, o Brasil foi o primeiro a desenvolver um MDF anticovid que tem, em sua composição, a prata, elemento que oxida a camada externa do vírus e assim o elimina da superfície. A eficácia do material _ que inativou 99,9% dos coronavírus em até 30 minutos _  foi comprovada pela USP (Universidade de S.Paulo) através do Instituto de Ciências Biomédicas.

Esta mesma tecnologia aplicada ao MDF (a composição de prata) foi utilizada em um filme de PVC. O produto, que já tinha propriedades antifúngicas e bactericidas, assegurou sua eficácia contra o coronavírus ao utilizar a tecnologia.

Outro produto que foi revitalizado e passou a oferecer proteção contra o coronavírus foi o tapete sanitizante, importantíssimo, pois tapetes são fundamentais para proteger nossas casas de todos os tipos de sujeira. Limpar os pés ao entrar em qualquer espaço, é sinal de higiene e educação, portanto, a criação do tapete sanitizante foi, sem dúvida, uma ótima ideia.

Outra criação feita para proteger o ambiente doméstico do coronavírus é o adesivo de cobre. Neste caso, a empresa produtora aproveitou a propriedade antiviral deste metal e desenvolveu um adesivo flexível nomeado de ‘cobrex’. Com espessura de 0,05mm, suas folhas podem ser aplicadas sobre superfícies como corrimãos ou maçanetas. Estudos confirmaram que o vírus, quando existente em superfícies envolvidas com o material, é eliminado em 4 horas.

E o mercado ainda trará mais boas notícias sobre produtos feitos especialmente para deter a contaminação. Novos produtos estão recebendo micropartículas de prata em sua composição para que se tornem antivirais. Louças sanitárias, tintas, pisos, fibras de carpetes, revestimentos laminados são alguns dos produtos que estão sendo desenvolvidos pelas respectivas empresas e que devem ser lançados em breve.

A produção destes materiais além de mostrar o quanto é importante a parceria entre a indústria e a ciência, também nos deixa mais esperançosos e otimistas.

 

Leia também o artigo: https://spazhiocroce.com.br/2020/06/24/casa-e-decoracao-pos-covid-qual-sera-o-novo-normal/

O escritório Spazhio Croce segue as tendências mais modernas desenvolvendo ambientes integrados que geram maior impacto e credibilidade à identidade visual dos clientes.
Visite o nosso Instagram e veja outras obras e projetos: https://instagram.com/spazhiocroce_arquitetura?igshid=jlpaa072rrxk